domingo, 5 de dezembro de 2010

Umbigos dos nossos próprios donos



Era uma vez...

O Rei Umbigo vivia em seu mundo maravilhoso, tudo em perfeita sintonia. Afinal, todas as coisas, todos os bichinhos, e todo o ar viviam em torno de seu umbigo.

Só que um dia o umbigo do rei começou a lhe incomodar, fazendo algumas idéias surgirem em sua cabeça. O umbigo queria. Sua cabeça pestanejava. Ele não sabia o que essas coisas significavam, mas ele não era muito de agir pela sua cabeça, afinal, quem era sua cabeça diante o seu umbigo?

Resolveu acatar o pedido do umbigo e forçou sua cabeça a agir. Pegou barro e começou a fazer o que a cabeça lhe ordenava obrigada pelo umbigo. Com o barro fez braços, pernas, e um corpo com o encaixe simetricamente ‘perfeito’ para o seu.

Ah! Como era bonita sua arte!

Para finalizar a sua mais bela obra prima, fez-lhe um buraco ao meio da barriga. Buraco este que estaria todo o sentido da vida para o Rei Umbigo.

Ah! Estava pronta então a Rainha Umbigo!

Bela e com o mundo todo rodeando aquele seu belo umbigo, ela desejou várias vezes ter uma caixa com umbigos de cores diferentes, tamanhos diversos, com fragrâncias exóticas extraída das flores, esse desejo ela lhe chamara de vaidade, e creia na ingenuidade da Rainha, ela nem percebeu ali naquele momento que toda essa vaidade vai com a idade.

E então depois de vários séculos e séculos, eles conseguiram povoar toda a terra. Pena não estarem vivos para presenciarem o quanto tudo está lindo por aqui. Como o mundo está cheio de cópias mais desenvolvidas do que eles.

Ah! Os umbigos hoje tomaram maiores dimensões e agora se tornaram carnívoros, sim, alguns enganam suas próprias cabeças e devoram seus donos...

.
.
.

E aí, já olharam bastante o umbigo hoje? ;)

PS: Qualquer semelhança com alguma outra estória é mera história.

7 comentários:

  1. iaushasuas
    ótima teoria pro surgimento da humanidade

    ResponderExcluir
  2. E ainda dizem que os mitos não explicam a realidade...rs

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que eu não sou uma pessoa umbiguista. Ufa.

    ResponderExcluir
  4. E nem vou falar do meu umbigo, está gigantesco...

    ResponderExcluir
  5. Muito bom! Que grande espelho para o mundo...

    ResponderExcluir
  6. O livro "Umbigo do rei" está à venda no site da editora Caramujo, responsável pela publicação:
    http://www.editoracaramujo.com.br/O_UMBIGO_DO_REI.html
    Vale a pena conferir!

    ResponderExcluir