terça-feira, 11 de outubro de 2011

Jura, Michel Telo? "Ai se eu te pego" é a melhor cantada que você consegue mandar?


Hoje eu fiquei um tempinho numa sala de espera, e a música ambiente era uma dessas rádios super legais de Goiânia que tocam sertanejo, pagode e cia.

Ae começa a tocar uma música de Michel Telo, na qual ele diz que foi pra balada e encontrou a moça mais bonita, tomou coragem e falou: “Delícia! Ai se eu te pego!”.

Primeiro pensei que Michel Teló é um pedreiro, e a balada é um grande canteiro de obras... Mas depois avaliei melhor, e achei que nem pra uma cantada de pedreiro isso serve, falta criatividade, né?

Depois disso, fiquei pensando se alguma mulher cai nessa...  E concluí que, se isso ae é cantada típica de balada, tá explicado porque a galera sai beijando antes de trocar duas palavras...

Lamentável, lamentável...

16 comentários:

  1. Ana, Ana, difícil ouvir uma cantada original.
    Mas te digo uma coisa: se a pior cantada partir de alguém que a gente tá muito a fim a coisa não muda um pouquinho de figura? ;)

    Saudades daqui! Beeeeeeeeeeeeeijo

    ResponderExcluir
  2. É, essa música é sinistra. Esse cara mostra q é possível fazer música pior do que a fugididinha, deveriam exterminá-lo antes que seja tarde demais.

    Agora sobre sua dúvida se mulher cai nessa... Te digo sem medo de estar errada: CAI SIM E TODO DIA!
    Por isso q os pedreiros não desistem... alguma hora chove na construção deles. =)

    ResponderExcluir
  3. Hahaha.
    Uma pena vc ter levado para o lado pessoal o que penso sobre a Hope. Até curto o seu jeito de pensar sobre mt coisa.

    Bjo

    ResponderExcluir
  4. O pior é que ainda tem coreografia pra essa música. hahaha

    Camila, quem usou o twitter do blog hoje fui eu. Mas eu não levei pro lado pessoal em momento algum, até porque isso seria impossível. Só achei desnecessário ler sobre a confusão que você fez sobre moralismo, vida sexual e machismo. São coisas que muitas vezes se tocam, mas quanto à Hope simplesmente nada têm a ver. E algo você tem que rever: tanto homens como mulheres perpetuam o machismo, mas quem sofre violência e abusos em razão disso somos nós.

    ResponderExcluir
  5. Ah, mas Ana, ai se eu te pego ui ui

    ResponderExcluir
  6. A cantada que funciona sempre comigo: NÃO DAR CANTADAS :} demonstre um interesse, mas sem frases manjadas. Né não?

    ResponderExcluir
  7. Badona
    Opinião é opinião, e quanto ao caso da Hope, eu não vejo assim.
    Acho mimização demais isso de achar a campanha machista.Ela é real, as coisas funcionam daquele jeitinho... simples assim.

    Qnt ao Twitter...façamos as pazes, pq, ahhhhhhhhhh... eu curto a maioria dos tuites de vcs, feiosa!
    =p

    ResponderExcluir
  8. Camila, o problema não foi em momento algum sua opinião quanto à Hope, senão eu teria "brigado" com todos os membros do sexo masculino aos quais falta um pouco de empatia, incluindo meu irmão e meu namorado, que não viram nada demais na propaganda. Concordo com você: opinião é opinião. Se não te convenci da minha e vice-versa, tanto faz.
    O que realmente não foi legal foi você colocar o machismo como criação feminina e, como eu disse, confundir falso-moralismo como feminismo. Essas são posições que deveriam ser revistas. Essa é a minha opinião.

    ResponderExcluir
  9. Badona
    Acho que está havendo um erro de comunicação entre nós. E na real eua cho issod e feminismo as vezes um porre. Acho que direito é igual, ou ao menos deveria ser, acho que as vezes dão importância demais a coisinhas e acho que a maioria das pessoas, principalmente as mulheres, são falsas moralistas sim.
    No dia vi que vc postou algo sobre homem agredir mulher. Isso não é nem machismo, é falto de noção, de respeito ao proximo. É burrice, ignorancia e toda sorte de xingamentos que posso pensar, à inteligencia de um cara que faz isso.

    E outra, não coloquei que o machismo é criação feminina. JAMAIS disse algo parecido. disse que o machismo muitas vezes se eterniza quando mulheres tem coragem de reclamar de campanhas como a da Hope (que volto afirmar, não vi nada de mais) e não tem coragem de fazerem o que realmente tem vontade por medo de julgamento e/ou rótulos.
    Não tô aqui defendendo uma vida desregrada e louca, só defendo mais autenticidade, menos mimimi e mais ação.
    Não adianta nada ter discurso bonito em prol do feminismo e na vida real baixar a guarda pra td que nos é imposto camufladamente.

    No mais, sigo com a mesma opinião sobre vcs: gosto de mts das coisas que vcs publicam, só continuo discordando dessa opinião.

    Bj

    ResponderExcluir
  10. Camila, todas as suas opiniões são a favor de estereótipos: mulheres são falso-moralistas, feministas "implicam" com coisas pequenas, violência contra a mulher nada tem a ver com machismo.
    Falso-moralismo não é característica de gênero, mas de mediocridade. Feministas questionam o status quo e a posição subalterna da mulher na sociedade, por mais frescura que isso possa lhe parecer. Homens são violentos contra mulheres, uma vez que as enxergam como objetos e não sujeitos de direitos.
    Se eu tivesse paciência, eu procuraria o seu tweet sobre como não são os homens que perpetuam o machismo e sim mulheres. Se é difícil pra uma mulher expressar seus desejos sexuais, é porque a sociedade não lhe dá esse direito, em razão de uma valoração sexista. Muitos homens até hoje acreditam que mulheres não gostam de sexo e só o fazem para agradá-los, por isso assumem a posição de provedores. Enfim, o problema é geral e não de gênero.
    Nenhuma feminista é perfeita, ao passo que o feminismo em si é muito plural. Se você acredita que é normal uma mulher usar da sua aparência para alcançar seus objetivos, você tem esse direito; a Constituição Federal o garante a você. Entretanto, não acho agradável você vir ao nosso espaço dizer que a idéia de que a mulher é um ser humano digno de direitos e deveres como o homem é um porre.
    O estereótipo apregoado pela Hope é um dos preconceitos tão incrustados no imaginário brasileiro e nos imposto camuflada e diariamente, como você mesma disse. Não é mimimi; é coisa séria.

    ResponderExcluir
  11. Badona
    Vim ao seu blog pq não tinha vindo ainda. Cliquei naquele dia e só hoje tive curiosidade de voltar.
    Não entendo, vc tá achando ruim eu ter comentado? Opinião é isso, internet é isso: A gente fala ao vento e alguém pode vir, concordar ou discordar, transformando isso num diálogo, que é o que estamos fazendo agora.
    Não vim aqui pra brigar, muito pelo contrário, vim com bandeira branca, caso tivesse ficado algum mal-entendido aquele dia, mas pelo visto, vc pegou td que eu disse ao pé da letra e tá aqui julgando, re-julgando e condenando e blá,blá,blá. Ok, direito seu, que a tal constituição garante, como vc mesma disse. Mas não vim aqui discutir isso.
    E olha, cuidado como vc repassa o que eu disse, eu não disse que "acredito que é normal uma mulher usar da sua aparência para alcançar seus objetivos", em nenhum momento disse isso. Na propaganda,até porque,como diz a minha mãe, beleza acaba e feiura aumenta, e se alguém for se valer disso, tá ferrado. O que eu disse, o que pra mim fica explícito na campanha não é beleza, e sim sexo, sedução. E isso a mulher não precisa ser bonita pra fazer/ter/conseguir. É a mania de discutir tudo que acho chata. Tem coisa que é mais prática, e pra mim foi isso que a Hope fez, foi isso que deixaram explícito. todo mundo transa, todo mundo sabe que o sexo deixa o casal mais satisfeito, o homem mais satisfeito e que a partir disso, fica mais fácil negociar coisas chatas. Fato. Quer discutir a relação, quanto cada um paga, os direitos, o que isso acarretará pro casal, td bem, só que a Hope mostra que tem formas mais práticas.
    Até falei sobre isso num texto pra um site. Todo mundo transa e na hora que colocam na real, preto no branco, como as coisas funcionam, as pessoas apelam. A vida é assim, a gente brigando, evoluindo ou não.
    Quanto ao feminismo... vc se sentiu ofendida com o que eu disse?Senti que vc tá agressiva nas palavras. Não falei pra ofender. E não disse que agressão a mulher não está vinculada a machismo, só que acho que engloba ainda mais coisas. Falta de caráter e afins. É sabido que uma mulher não tem tanta força quanto os homens.
    Da maneira que você está pintando, tá parecendo que sou uma vilã, que odeia o feminismo e os direitos femininos. Querida(esse querida foi sem cinismo, acredite) não é assim. Vc mesma já concordou com várias coisas que eu disse, agora tá pegando tuites sem contexto e ainda falando que eu não deveria ter vindo aqui. Não entendo você.Eu não acho ruim quando as pessoas visitam meu blog, mesmo quando discordam de mim.
    E sério: pra quê estamos brigando sobre isso? Desde quando somos inimigas? Só temos opiniões diferentes quanto a UMA campanha.
    Qnt a liberdade das mulheres dizerem o que querem e sentem com relação à vida sexual: é disso que eu tava falando que é bem aí que a maioria não tem coragem de dar a cara a tapa e se assumirem. e é bem aí que pra mim, mora o falso moralismo de muitas,que julgam em outras o que queria ter coragem de fazer.
    Enfim, eu tenho uma visão meio prática das coisas. não desmereço quem briga por tudo, como no caso da campanha Hope, não desmereço o movimento feminista e levanto a bandeira do mesmo várias vezes. só tenho uma visão mais prática quanto a muita coisa.
    E tira da sua cabeça que eu acho que se consegue o que se quer através da beleza.Se eu acreditasse nisso estaria pagando plástica pra mim ao invés de estar investindo em estudo.
    Enfim... paz?

    Bjo.

    ResponderExcluir
  12. Camila, primeiramente não acho ruim você comentar. A partir do momento que se tem um blog, deve se estar disposto a diálogo. No entanto, acho extremamente incongruente você vir a um blog feminista dizer "na real eua cho issod e feminismo as vezes um porre" e "as vezes dão importância demais a coisinhas"(sic).
    Eu não estou brigando com você; estou apenas expondo minha opinião, que talvez lhe pareça dura.
    Você disse no twitter, além do que já comentei, que mulheres sempre usaram seu charme pra conseguirem o que querem, desde crinças e que, por isso, a crítica contra a Hope é "mimimi". Você nega ou diz que retirei do contexto, então vamos à frente.
    Logicamente todo mundo transa. É assim que todos estamos aqui, não é verdade? Mas transar em troca de algo é prostituição, mesmo que seja um favor, uma negociação ou um perdão do marido. E essa idéia coloca a mulher numa posição inferior na sociedade. De novo, estamos falando sobre a Hope, o que é um impasse.
    Quanto ao que você falou sobre violência contra a mulher: "No dia vi que vc postou algo sobre homem agredir mulher. Isso não é nem machismo [...]". Eu não estou mudando nada do que você já escreveu aqui, então presumo que você não consegue se expressar bem.
    Sobre falso-moralismo novamente, não são só mulheres que julgam outras que exercem livremente sua sexualidade. Leia http://cemhomens.com/ e observe como grande parte dos homens com que a autora do blog transou a chama de vagabunda e diz que ela deveria ter mais amor-próprio. Pasme: os homens nos tomam o direito de transarmos com quem queremos também. Hipocrisia não é exclusivo de mulher.
    Não acho que o pragmatismo seja um luxo do qual as mulheres possam desfrutar. Nós ainda temos salários menores por funções idênticas e ainda somos vítimas das arbitrariedades masculinas, entre outras gritantes desvantagens.
    Não se preocupe; não somos inimigas. Não há razão para isso.

    ResponderExcluir
  13. Ok, o último e deixo isso pra lá:
    Você me colocou de um lado como sua opositora e tá rebatendo como tal.
    O que eu disse, eu não nego, mas não falei com a intenção que vc está interpretando.Quer pegar cada palavra e interpretar como lhe convém? Faça, não vou ficar aqui tentando provar o que penso não.Se você convivesse comigo, saberia pela vivência o que sou, como ajo e penso, já que não convive... Qnd me referi à mimização do feminismo as vezes, não falei sobre vcs, falei num geral. Vc tá achando que tudo que falo é pra atacar e isso tá cansando.
    E quando eu disse "não é nem machismo" eu quis dizer que é ainda mais que isso. É ÓBVIO que é um ato machista sim. Pelo amor de Deus, pára de pegar palavrinha separada e interpreta a ideia num todo!
    E eu não disse que só mulheres são falsas-moralistas, não. Me referi aqui pq é sobre isso que estamos discutindo, pára de me entender errado.
    Cara, eu trabalho, menstruo todo mês, tenho uma cólica do cão, já me iludi, já chorei, já fui injustiçada, já fui protagonista de cada história que vc com certeza ficaria revoltada poor mim. A maneira como vc fala se referindo ao tuite como se a mulher se prostituisse qnd seduz pra conseguir algo, porque faz biquinho, porque veste a lingerie que o cara curte é bem chata. Mas, não vou mais discutir. Cansei. Você não entendeu a minha opinião. Devo não saber me expressar mesmo, por isso tenho mais de 600 textos publicados num blog com, e escrevo pra mais outros três sites. É, você deve ter razão.
    Se vc prefere ignorar o que já leu sobre mim e todos os tuites que já me acompanhou e concordou e achar que por causa da minha opinião sobre uma campanha eu sou td isso que vc tá deixando implícito no que diz, beleza? Opinião é opinião e eu sei do que sou.


    Enfim, beijo, páro por aqui. Cansei.

    ResponderExcluir
  14. Camila, intenção é algo que não dá pra ser escrito, não é verdade? Escrevo aqui "amarelo", mas na verdade queria escrever "vermelho". Não, num comentário num blog não dá pra eu conhecê-la e realmente saber o que você pensa. Apenas leio o que você escreve. Existe um abismo entre o que você efetivamente escreve e aquilo que QUER DIZER.
    Em momento algum, eu declarei que me sinto atacada pessoalmente pelo que você fala, porém você fala sobre "mimimização" do feminismo, algo que se mostra completamente ignorante, machista e reacionário. Quando se tem um argumento contrário, é necessário expô-lo e não falar "mimimi". Isso é infantil; é primário.
    Realmente você não disse que o falso-moralismo é algo exclusivo da mulher, mas o tempo todo só falou sobre como as mulheres julgam aquelas que transam com quem querem, quando de fato é a sociedade inteira.
    Eu também não escrevi hora nenhuma que uma mulher que veste lingerie pra agradar o companheiro está se prostituindo. Eu falei sobre trocas, permutas, sacou?
    O fato de você escrever pra 500 blogs não a torna uma boa escritora; apenas revela que você tem acesso à internet. Nem Paulo Coelho que tem vários livros publicas e faz parte da ABL merece respeito, quem dirá nós meras blogueiras!
    Bom esclarecer que nunca li efetivamente nada sobre você além do seu twitter, já que textos subjetivos não me aprazem.
    Fico feliz por você notar que essa discussão não tem relevância alguma, o que me retira o ônus de tentar esclarecer o que para mim já estava ululante.

    ResponderExcluir
  15. Badona, feminista nada... Vocês são é Femistas!

    *só pra trolar mesmo.

    ResponderExcluir
  16. Tai, voce resumiu meus pensamentos. Sempre penso num pedreiro falando isso...

    Carol Cb

    ResponderExcluir