quarta-feira, 30 de junho de 2010

Fagner Feelings


“Quando a gente tenta
De toda maneira
Dele se guardar
Sentimento ilhado
Morto, amordaçado
Volta a incomodar”




Yeah! Eu não uso batom mas ouço Zeca Baleiro & Fagner. Ficarei preocupada só quando estiver ouvindo Fagner isoladamente... mas enfim...
Minha mãe chamou minha atenção pra veracidade do último parágrafo da música do Fagner (acima citado), para a incapacidade humana de se livrar dos sentimentos de todo tipo (principalmente os que não fazem bem).
Então você tenta exorcizar os demônios, evitar os pensamentos... ae vem a nuvenzinha negra chover na sua horta sem frutos, e  a chuva derrama todos aqueles sentimentos de gente amargurada. Rola aquela retrospectiva dos piores momentos da vida, das piores escolhas, dos seus "azares" escolares, profissionais, familiares e pseudo-amorosos...
E o que te resta? Ouvir música, minha gente! Ouvir música!
As chateações são meio eternas, você sempre vai sofrer com as burrices que cometeu, ainda que possa rir delas.  Ainda que você não seja tão trouxa como outras pessoas que você conhece, ainda que sua mãe te conte histórias muito mais trágicas que a sua... São os seus sentimentos retardados que te incomodam! E passa o atual, vem o próximo... 
Afinal, essa história de evolução deve ser pra minha irmã (vide post abaixo)... Eu sou do tipo que repete os mesmos erros, que fica na mesma vidinha medíocre, etc e tal... No máximo substituo uns personagens, mas ainda insisto em ressuscitar personagens hiper-mortos-e-amordaçados.  De certo eu não tenho medo de zumbis...
Aí você me pergunta: "e daí?", "e eu com isso?". Nada., caro leitor(a) com ou sem batom! Talvez eu estivesse com saudades de postar. =p

7 comentários:

  1. "E o que te resta?"

    BEBER FUDER E FUMAR!

    NESSA ORDEM!

    ResponderExcluir
  2. Presente!

    uma música, pra decorar o momento:

    http://www.goear.com/listen/884b670/1.--abro-los-ojos-franny-glass

    ResponderExcluir
  3. Tai, disse tudo. A gte tem dificuldade de deixar as coisas irem embora Bjooo

    ResponderExcluir
  4. OMG!
    Laila saiu da casinha, como diz uma amiga minha... heuheuheue

    Mas herman, você evoluu, ora pois.

    Precisamos é mudar o referencial.

    rá.

    ResponderExcluir
  5. Ana:
    Ontem eu tava um caco, achando que o mundo precisava me deixar um pouco em paz... nem eu me guentava de tanta... TPM do cão! Mas hoje tô menstruada, enfim! E esqueci as besteiras de ontem... até o próximo mês... rsrsrs

    Essa do Fagner é linda. Mas por que ele tinha que fazer aquela do Quem dera ser um peixe...?

    Gosto de cantar Maresia:

    "Não buscaria conforto
    Nem juntaria dinheiro
    Um amor em cada porto
    Ah, se eu fosse marinheiro
    Não pensaria em dinheiro
    Um amor em cada porto
    Ah! se eu fosse marinheiro..."


    Beeeeeeeeijo!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana!

    Quem não quer um feriado de si mesmo, né... hoje eu realmente quereria se pudesse.

    Mas a criação da expressão não é minha, veio desse livro aqui: http://feriadodemimmesmo.blogspot.com/

    Eu li, adoro e recomendo.

    Um abraço bem grande!

    ResponderExcluir
  7. Eu lembro dessa música...

    Èramos nós duas a analisa-la?

    hahahahaha


    xD

    ResponderExcluir